terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Bróculos


Apesar de serem muito baixo em calorias, os bróculos são muito ricos em nutrientes:vitamina C (vital para a pele e sistema imunitário), proteína, vitamina K (óptima para o sangue e paramanter os ossos saudáveis) vitamina A, ácido fólico, fibra, magnésio, potássio, vitamina B6 e E.São também ricos em cálcio.

100 gramas de bróculos contém 35 calorias, 2.3g de proteína, 0,4g de gordura, 7,2g de hidratos carbono, 3.3g de fibra e zero de colesterol.

Os bróculos, como a maioria dos legumes da família da couve, demonstram ter fortes efeitos anti-cancerígenos.

É habitual comer bróculos cozinhados a vapor para perderem menos nutrientes, não deixando que fiquem moles. Como não gosto do caule, que é duro e desagradável de comer, junto-o à sopa e assim não se desperdiça uma parte do legume que tem tantos nutrientes. Quando compramos bróculos devemos ter em atenção a cor. Se estão amarelos já perderam muito daquilo que nos faz bem. Escolho sempre os que estejam bem verdes e firmes.

Desta vez, para acompanhar um prato de frango de caril, fiz um molho de iogurte para os bróculos, que aprendi com o Jamie Oliver. Não fiz a receita tal como indicava o livro, que pedia para que se grelhassem ligeiramente os bróculos. Optei apenas por usar o molho de iogurte nuns bróculos cozidos da forma mais normal possível.

Bróculos à Indiana

Ingredientes
1 cabeça grande de bróculos cortada em flósculos
sal e pimenta preta moída na hora
2 colheres de chá de sementes de cominhos
2 vagens de cardamomo(usar apenas as sementes)
250ml de iogurte natural
raspa e sumo de um limão

Coza os bróculos a vapor.

Numa frigideira quente, toste as especiarias durante 2 minutos e depois moa-as num almofariz.


Misture a maior parte das especiarias no iogurte mais o sal e pimenta, juntamente com a raspa e sumo do limão. Sirva os bróculos com colheradas do iogurte condimentado e polvilhe com o resto da mistura das especiarias.

E temos assim uma variante aos bróculos cozidos do costume. Quanto ao molho de iogurte, estava tão bom que acabei por misturá-lo também no frango.

Fonte: Encyclopedia od Healing Foods, Michael T. Murray e  Cook With Jamie, Jamie Oliver

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...